Mulheres em construção

Mulheres conquistam espaço no setor da construção civil 

As mulheres têm conquistado cada vez mais espaço no setor da construção civil, que até bem pouco tempo atrás era restrito aos homens. 

Segundo informações do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no Brasil, mais de 200 mil mulheres já atuam na construção civil, um mercado que cresceu 120% entre 2007 e o primeiro semestre de 2018, passando de 109.006 trabalhadoras registradas em 2007, para 239.242 em 2018.

Existem diversos fatores que contribuíram para o aumento da participação feminina nesse mercado. Entre eles destacam-se: 

  • Busca de novos desafios profissionais; 
  • Maior receptividade das empresas para contratação; 
  • Incentivos na capacitação da mulher para o setor; 
  • Avanços tecnológicos no canteiro de obra, que dispensam cada vez mais a força física e privilegiam a qualificação profissional; 
  • As mulheres se destacam mais que os homens em algumas atividades da construção civil;  

Porém, a presença feminina na construção civil vai além do que apontam as estatísticas oficiais. 

Dados do Censo da Educação Superior apontam que o número de mulheres matriculadas nos cursos de Engenharia Civil aumentou de forma contínua desde 2007. 

A sensibilidade da mulher tem feito toda a diferença. Quais seriam os principais diferenciais da mulher na construção civil? Acompanhe.

Diferenciais da mulher na construção civil  

O principal diferencial da presença de mulheres na construção civil é que elas são muito mais detalhistas e cuidadosas. 

São mais requisitadas que os homens para as atividades que exigem paciência e precisão como: acabamento de obras, revestimentos de partes externas e finalização de detalhes.

Atividades de pintura, instalações elétricas e hidráulico-sanitárias, serralheria, marcenaria e restauração, também estão sendo melhor realizadas por mulheres.

Mas ainda existem muitos espaços a serem conquistados como, por exemplo, cargos de gestão.

A mulher em cargos de gestão 

As mulheres se destacam no setor de gestão em função de seu estilo de liderança.

Veja a seguir algumas características desse estilo: 

  • As mulheres são mais sociáveis, expressivas e próximas; 
  • Ativas na inclusão e contenção das pessoas; 
  • Contam com a capacidade inata de pensar e agir em muitas direções ou temas ao mesmo tempo; 
  • São inclusivas, encorajam a participação e compartilham o poder e a informação com aqueles que lidera;  
  • Estão capacitadas para ter em conta o lado “humano” das pessoas e gerar altos níveis de empatia; 
  • Têm estilo inovador, com um firme sentido da qualidade, centrado na pessoa, flexível, comunicativa e persuasiva;  

A contribuição das mulheres para a construção civil é fundamental para o crescimento das empresas do setor, principalmente em função de ser uma mão-de-obra qualificada e inovadora.

A mulher vem conquistando cada vez mais espaço no desenvolvimento do país.

O reconhecimento destas conquistas pela sociedade brasileira é a mais justa homenagem no mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher. 

E então, gostou do artigo? Deixe seu comentário e compartilhe sua opinião em suas redes sociais.